novembro 27, 2017

Diary | Férias de Verão 2017 (Parte X) - Costa Amalfitana

Olá meninas,

Hoje é dia de mais um Diário das Férias. Desta vez, falo-vos também da Costa Amalfitana, mais propriamente sobre aquele que terá sido, muito provavelmente, o meu dia favorito de todas as férias: o dia em que visitei Ravello e fiz um passeio de barco pela Costa Amalfitana.


Dia 30 - Ravello e Mini Cruise
Ravello
O dia começou com uma viagem de autocarro até Amalfi, onde trocámos pelo autocarro para Ravello.  Como ainda tínhamos o bilhete de 24h, não foi necessário comprar outro.
Ravello é uma cidade pequena e simpática. Para conhecer, diria que uma manhã é suficiente. Isto claro, se não quiserem visitar as duas villas. Nós passeámos um pouco pelas ruelas da cidade, estreitas e com bastantes lojinhas, passámos pelo Duomo e depois acabámos por visitar apenas uma villa, a Villa Cimbrone. Não vimos a Vila Rufolo, portanto não temos como ter a certeza, mas desconfiamos que fizemos a escolha acertada.




Em 1904, o Lord Inglês William Beckett comprou um terreno abandonado e transformou-o num local idílico, a Villa Cimbrone. Jardins, terraços com vista para o mar e ainda um hotel fazem parte deste sítio fantástico e de paragem obrigatória para quem vai a Ravello.


 



Paga-se 7 euros de entrada (a não ser que decidam ficar hospedados no hotel - como fez a Sara Sampaio na altura que por lá estivemos), mas vale cada cêntimo! Se virem no mapa, Ravello é uma espécie de navio situado a 400m acima do nível do mar. E a Villa Cimbrone é a sua proa. Devem imaginar a vista. Um horizonte azul fabuloso! Dizem que de Ravello se vê o mundo. E, se lá forem, vão perceber que é tão verdade ...


Ravello é uma óptima opção para ficarmos hospedados, porque é um sítio realmente indescritível. Mas não se esqueçam que não tem praia. Portanto, se um dos objectivos também for aproveitar o sol, ou escolhem um hotel com piscina ou vão ter que fazer algumas viagens vai-vem para ir até à praia.

Trilho Ravello - Minori
A volta a Minori foi feita por um trilho que faz Ravello - Minori. É obviamente mais fácil que a direcção inversa, já que este é a descer. Fizemos pela hora de almoço, mas mesmo assim fez-se bastante bem, visto que há alguma sombra e vários pontos para beber água e refrescar.
Não é preciso mapa, basta encontrar um ponto de partido e depois é ir seguindo as setas que digam Minori. Lemos que são cerca de 1500 degraus. Não os contei, mas parece-me bem possível que tenham sido. O caminho é bastante bonito, vale a pena fazer se tiverem algum tempo livre. Pelo que me lembro, demora cerca de 1h, fazendo com bastante calma.

Mini Cruise Capone
Este foi sem dúvida o momento alto da nossa viagem. Chegados a Minori depois do trilho, fomos a pé até Maiori para fazer o mini cruise Maiori - Positano - Maiori que tínhamos marcado logo no dia que chegámos à Costa Amalfitana. O passeio é realmente fantástico. O staff é super simpático e o barco é pequeno, o que significa que leva apenas 12 pessoas. E nós tivemos mesmo muita sorte, porque todas preferiram ir sentadas e nós fomos os únicos que fomos à frente, na zona das camas. Foi quase como alugar o barco só para nós por um preço muito (mas mesmo muito) inferior. Pelo que me lembro, cerca de 35€ por pessoa.

 Durante o passeio

Em resumo, durante este mini cruzeiro começamos em Maiori e vamos passando pelas várias cidades da Costa Amalfitana, fazendo uma paragem de cerca de 15min na Grotto dello Smeraldo, onde se podia optar por visitar a gruta ou não (5€ por pessoa) e parando em Positano durante cerca de 1h15. Depois, à volta, parámos perto de Conca dei Marini para um mergulho a partir do barco.
Foram 4h que queria que nunca mais acabassem. Um passeio fantástico! Se forem à Costa Amalfitana e ficarem hospedados em Maiori ou Minori, é sem dúvida um passeio a não perder.

 Chegada a Positano


É esta a cor no interior da Grotto del Smeraldo. A foto está péssima, mas a ideia é mostrar-vos a cor maravilhosa!
 
Percebem o que quero dizer com ser quase como ter um barco só para nós?

E foi assim o último dia na Costa Amalfitana. O dia seguinte foi em Sorrento e Pompeia e depois o último em Capri. Penso que com o próximo post o diário das férias chega ao fim!

6 comentários:

  1. Sempre a mostra lugares bastante bonitos
    que fotos mais lindas para recordar mais tarde
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Mais uma vez adorei de ver as tuas histórias sobre as viagens que tens feito. Aguardo ansiosamente a publicação de Capri. É uma das ilhas de Itália que tenho na minha lista de desejos a visitar...

    Passa no meu, beijos!
    http://my-travel-stories.com/

    ResponderEliminar