outubro 22, 2017

Diary | Férias de Verão 2017 (Parte VIII) - Costa Amalfitana (Minori e Maiori)

Olá meninas,

Hoje é dia de mais um Diário das Férias. Desta vez, vou-vos falar do 1º dia que passei na Costa Amalfitana. No próximo post falo-vos dos dois dias seguintes e depois ficam apenas a faltar dois dias: Sorrento + Pompeia e Capri.


Dia 28 - Minori, Maiori e o Sentiero dei Limoni

Neste dia de manhã saímos de Nápoles em direcção a Minori, onde ficámos hospedados estas 3 noites. 
Minori é definitivamente um bom sítio para ficar na Costa Amalfitana. É mais sossegado que Positano ou Amalfi, mas dá para ir a pé para Maiori e dali há dois trilhos muito giros para fazer: o que vai dar / vem de Ravello e o Path of Lemons, entre Minori e Maiori. Além disso, nas noites em que estivemos por lá houve sempre animação.



Quando chegámos, fomos até à praia. Minori tem uma praia pequena, com a vantagem de ser das únicas da Costa Amalfitana com areia fina. Ainda assim, tem areia escura. Se a ideia é encontrar praias paradisíacas de areia branca e mar turquesa, esqueçam. A Costa Amalfitana é paradisíaca, sim, mas de uma forma muito própria.

De seguida, demos um passeio por Minori, onde se encontra a Villa Marittima Romana, uma villa Romana que data do sec I.


Depois, fomos fazer o "Sentiero dei Limoni".


Já ouviram certamente falar dos limões da Costa Amalfitana. No "Sentiero dei Limoni" (Caminho dos Limões) podem ver de perto vários limoeiros e sentir o cheirinho dos limões. Passamos por paisagens muito bonitas e o trilho em si é bastante acessível. Vale muito a pena fazer!



 

Acabado o trilho, estávamos em Maiori. Maiori é das terras mais diferentes da Costa Amalfitana: bastante mais plana e quase com 1km de praia. Ainda assim, quase toda a praia tem cadeiras e chapéus, sobrando apenas duas pequenas faixas para quem quer estender a toalha na areia.




O alojamento e outras informações importantes
Alojamento: Escolhemos o Hotel Europa, que não aconselho de todo. Está muito bem localizado e o preço é muito mais simpático que a maioria dos alojamentos na Costa Amalfitana, mas quando a esmola é muita o pobre deve desconfiar, certo? Não me quero alongar muito porque o objectivo do post não é, de todo, fazer review ao sítio (para isso já utilizei o booking). Mas, se puderem, evitem este sítio. Seja pelos problemas com a higiene, seja pelas "regras estranhas" impostas pelos proprietários. Vejamos um exemplo: um dos motivos que nos fez escolher este alojamento foi o estacionamento. A pagar. 10€ por noite. Era caro, portanto esperávamos que tivessemos alguma liberdade. Enganámo-nos. O estacionamento neste sítio implicava estacionar, entregar as chaves e só devolver à saída. O problema é que as alternativas não eram fantástica, como podem ver nos pontos seguintes.
Estacionamento: Na Costa Amalfitana é realmente difícil estacionar e os preços são proibitivos - 3€ por hora, sendo que se paga entre as 8 da manhã e as 2 da manhã do dia seguinte (se não me engano, era este o horário) ou 30€ por dia. Por isso, não tivemos outra solução se não deixar o carro no estacionamento do hotel e passar a andar de autocarro.
Melhor forma de locomoção: Na verdade, a melhor forma de transporte na Costa Amalfitana é mesmo o autocarro ou, no limite, uma mota. Ou mesmo, entre terras perto (como Maiori e Minori), ir a pé. Esqueçam a ideia de alugar carro ali, a menos que seja para um passeio de descapotável ou algo parecido. Basicamente o carro serviu-nos para chegar a Minori e depois só voltou a servir no dia em que fomos para Sorrento e Pompeia. Por isso, não vos sei dizer qual a melhor forma de ir de Nápoles para a Costa Amalfitana, mas diria que não será alugar um carro.
Sobre os autocarros: Os autocarros que servem a Costa Amalfitana são os SITA. Passam com alguma frequência, mas não esperem que cumpram os horários. E, para dizer a verdade, quem é que os pode culpar? Chegam a passar 2 autocarros em simultâneo por estradas apertadíssimas onde o comum dos mortais acharia que apenas cabe um carro - e mal. Mas os condutores destes autocarro são claramente de uma espécie diferente, portanto não se preocupem que vão estar sempre em óptimas mãos! Quanto aos preços, depende do ponto de partida e de destino, mas na altura que fomos existiam bilhetes a partir de 1.30€. Existiam ainda bilhetes de 24h por 8€, que foi o bilhete que acabámos por usar.

Espero que este post venha a ser útil quando planearem uma viagem à Costa Amalfitana e que as fotos vos tenham deixado com vontade de conhecer. No próximo post vou continuar a falar-vos desta zona de Itália tão fantástica!

1 comentário: