março 06, 2017

Diary | My trip to Vienna - General information

Olá meninas,

Como já devem saber, estive há pouco tempo a passar uns dias em Viena. No Instagram (@claudiadecastroferreira) fui partilhando algumas fotos enquanto lá estive, mas achei que fazia sentido falar-vos um pouco da viagem. Vou tentar que não seja um post gigante, portanto vou dividir em dois posts. Neste vou falar-vos de informações mais gerais - alojamento, transporte, alimentação e no seguinte dos locais a visitar. De qualquer das formas, se ficarem com alguma dúvida, perguntem à vontade!

Belvedere Palace

A cidade e onde ficar
Viena é a capital da Áustria e é, sem dúvida, uma cidade linda. Se tivesse que usar apenas um adjectivos para a descrever, seria "requintada". Para onde quer que olhemos, vemos palácios, edifícios históricos e alguns parques. É uma cidade grande, mas a maioria do que há para ver está no District 1, a zona do Centro Histórico. Existem algumas atracções como o Volkstheather ou Karlskirche que ficam em zonas circundantes, mas muito perto dos limites do District 1. O Schönbrunn Palace é realmente a grande excepção e fica no District 12.

Schönbrunn Palace

No entanto, como devem calcular, o District 1 é também aquele onde se encontram os hotéis mais caros. Se quiserem aproveitar todo o luxo de Viena e tiverem dispostas a gastar bastante dinheiro, é sem dúvida a melhor zona. O Hotel Sacher poderá, neste caso, ser uma boa opção. 
Por outro lado, se preferirem gastar menos com a estadia, escolham uma das zonas à volta (do District 2 ao District 9). Nós ficámos no District 3 e achámos que ficámos bastante bem localizados. Até Stephansplatz - que não será muito longe do meio do District 1 e é sem dúvida um ponto de referência, eram cerca de 20 min a pé.

Stephansplatz
No geral, a cidade não é barata e não é assim tão fácil poupar. Por isso, se não se importam de ficar num sítio tão luxuoso - afinal, a ideia é sair de manhã e só voltar à noite - tentem poupar no alojamento.

Onde e o que comer

Loja da DEMEL

Viena é a cidade dos cafés/pastelarias. Os mais conhecidos são o Café Central, o do Hotel Sacher e a DEMEL. E a variedade de pastelaria é sem dúvida imensa. A não perder: Sachertorte e Apfeltrudel. 

Sachertorte no café do Hotel Sacher
A Sachertorte é um bolo de chocolate com uma camada de doce de alperce no meio. Vi várias pessoas a dizer que não gostavam ou que tinham que acompanhar com chantilly por ser demasiado seco. Eu não gosto de chantilly, comi assim mesmo e adorei. Comemos, obviamente, no Hotel Sacher. É caro (6.50€ por fatia), mas vale realmente a pena!
Na DEMEL provámos Apfeltrudel, assim como no Café Central. Eu preferi o do Café Central.

 Apfeltrudel do Café Central
Quanto a comida, os restaurantes são, no geral, bastante caros. De qualquer das formas, vale a pena ir ao Figlmueller e experimentar aquele que é o maior - e o melhor, dizem - Schnitzel da cidade. O Schnitzel é um panado. Nada de especial, é certo. Mas "em Viena sê Vienense" (não é assim, mas não faz mal), portanto vale a pena experimentar!
A nível de comida de rua, vale a pena provar as salsichas - nós provámos no Naschmarkt, na praça Hoer Markt e junto à Ópera. Uma variedade muito típica da Áustria é a Käsekrainer, feita à base de carne de porco e recheada com queijo emental. Podemos pedir no prato ou em cachorro.

Salsichas austríacas, versão hot-dog

Falando em Naschmarkt, vale a pena conhecer este mercado. Apesar de já me parecer bastante virado para turistas, tem tudo óptimo aspecto e é muito limpo. É daqueles mercados que dá realmente gosto cozinhar. Os restaurantes que por lá se encontram não são muito baratos - nem típicos de Viena / da Áustria - existem chineses, italianos, etc - mas estavam todos cheios.
No que diz respeito a guloseimas, experimentem os bombons Mozart. São bastante típicos e podem ser encontrados em quase todo o lado. Nós optámos por comprar em Supermercados (no Billa) porque são iguais e bastante mais baratos. 

Uma montra cheia de bombons Mozart

Finalmente, existe uma cadeia muito comum por lá, a Nordsee. Infelizmente não experimentámos porque íamos fazê-lo no último dia e ao Domingo está muita coisa fechada. Mas fiquei realmente com muita curiosidade, porque apesar de ser uma cadeia tipo fast food, é essencialmente de peixe e com um aspecto bastante fresco.

Os transportes
Viena tem uma óptima rede de transportes. O metro está sempre a passar e além disso existem também diversos trams e comboios. Ao fim-de-semana, o metro também funciona durante a noite.
No entanto, como vos disse, a cidade não é barata. Por exemplo, uma viagem de metro são 2.20€. Existem ainda bilhetes de 24h (7.60€), 48h (13.30€), 72h (16.50€) ou uma semana (16.20€). Nós chegámos 4a e fomos embora Domingo, pelo que optámos pelo bilhete de uma semana. Podem comprar o bilhete pela net e imprimi-lo antecipadamente, tal como nós fizemos, aqui. Como já devem ter reparado, se tencionam ficar mais que 48h, sem dúvida que compensa o bilhete de uma semana, a não ser que os dias que vão ficar apanhem uma segunda - o bilhete de uma semana é válido de 2a às 9 da manhã até à 2a seguinte.
Um transporte que acaba por ser mais um "passeio turístico" é a charrete. É sem dúvida uma opção diferente para conhecer a cidade, mas não vos consigo dizer preços porque não andei. Mas imagino que não seja barato.

Charrete na Rua das lojas, a Graben

Quanto aos transportes de e para o aeroporto, a nível de comboio existem duas opções: o CAT e o S7. Se estão mesmo com muita pressa, o CAT chega a Wien Mitte em 16 minutos. Ida e volta são 17€. Se não se importarem de demorar mais uns minutos, escolham o S7, que chega a Wien Mitte em 25 minutos. Ida e volta fica-vos por 3.90€ para cada lado (1.70€ pela zona exterior de Viena e 2.20€ pela zona interior). Se, tal como nós, comprarem o passe que vos falei acima, então ida e volta vai ficar-vos por apenas 3.40€.

E pronto, de "informações gerais" penso que está o mais importante. No próximo post falo-vos dos sítios a visitar. De qualquer das formas, penso que 3 dias são mais que suficientes para conhecer a cidade, a não ser que gostem de visitar muitos museus.

Conhecem Viena? Alguma dúvida ou informação que queiram acrescentar?

2 comentários:

  1. não está no topo da lista, mas é uma das minhas cidades de somho!

    http://tehteh25.blogspot.com

    Já conheces a página do TehTeh Uncovered? deixa o teu Gosto! https://www.facebook.com/tehteh25/

    xoxo

    ResponderEliminar