28.9.16

Diary | Férias Gerês

Olá meninas,

Como vos disse, depois das férias na República Dominicana (podem ver aqui), estive uns dias no Gerês. Apesar desta viagem já ter sido em Julho, achei que ainda assim fazia sentido falar-vos um pouco dela. Como as férias na Dominicana já nos tinham levado grande parte do orçamento, preferimos fazer umas férias mais "económicas" no Gerês. Daí não termos feito passeios a cavalos e de BTT, raftings, etc. Mas nem por isso achámos que deixou de valer a pena.


Portela do Homem


Trilho da Picota



Ficámos hospedados no hotel Adelaide. Apesar de eu nunca ter ido ao Gerês, a minha família ia lá muitas vezes e era sempre aqui que ficavam hospedados. Portanto, a escolha era óbvia. E não ficámos arrependidos. A localização é boa, o pequeno almoço é bastante variado, os quartos são bons e têm uma varanda com uma vista bastante simpática, piscina e há bastantes lugares para estacionar, o que é bastante importante, já que é praticamente impossível visitar o Gerês sem levar carro. O staff é muito acessível e a recepcionista prontificou-se imediatamente para nos ajudar a seleccionar os locais a visitar.
Como a estadia no Gerês foi curta - foram apenas 3 dias e 3 noites. Portanto, apenas deu para conhecer uma pequena parte da região. Por termos ficado hospedados mesmo na Vila, excluído logo a visita a Castro Laboreiro. Tínhamos planeado passar uma tarde em Pitões de Júnias, mas nesse dia ficámos cansados devido à caminhada da manhã e acabámos por passar a tarde na piscina.

Quanto a alimentação, o melhor restaurante a que fomos foi sem dúvida o Lurdes Capela. Fica no centro da vila e tem uma relação qualidade-preço óptima. Se forem lá, experimentem a Posta tipo Barrosã.

Em relação às caminhadas, existem vários trilhos que podemos fazer por nós e também várias empresas que fazem caminhadas guiadas. Se não quiserem gastar dinheiro, mas também não se sentem à vontade para fazer a caminhada sozinhos, têm a opção das caminhadas gratuitas. Ficam é limitados à oferta dos dias em que estão por lá. Nós fizemos duas - Trilho da Picota e Trilho dos Miradouros (nocturno) e gostámos imenso de ambas. Podem ver aqui as caminhadas disponíveis.

Cascata do Arado
Uma das cascatas mais famosas e mais perto da Vila. Por norma têm muita gente, mas como fomos já ao fim do dia, deu para aproveitar e tomar um banho sem grande confusão.



Miradouro Pedra Bela
É um dos sítios mais bonitos para admirar o Parque da Peneda-Gerês e encontra-se a apenas 6 km da Vila.

 
Cascatas do Tahiti
Localizam-se perto de Cabril e grande parte do percurso tem de ser feito a pé. Não é uma caminhada fácil, mas quando chegamos e tomamos banho naquelas belas águas, temos a certeza que a caminhada valeu a pena!


Trilho da Picota
No trilho da Picota pudemos observar a Serra Amarela e a barragem de Vilarinho das Furnas. Vilarinho das Furnas é hoje famosa por ser uma “aldeia submersa”, inundada pela barragem com o mesmo nome em 1971. Assim, a antiga aldeia só se mostra quando o nível das águas desce. Nesse dia, não foi possível observar a aldeia. Neste trilho passamos também por espigueiros - uma construção em pedra destinada à secagem de milho, bastante típica daquela zona.





Mata da Albergaria
Esta mata alberga um importante carvalhal em estado natural, pelo que está sujeita a medidas de protecção. Localiza-se entre o Gerês e a Portela do Homem. Pode-se atravessar de carro, mas não se pode parar.

Cascata Portela do Homem
Já perto da fronteira, os seus lagos e quedas de água tornam as Cascatas da Portela do Homem uma das mais bonitas. No entanto, é também das mais acessíveis, o que faz com que tenham muita gente no Verão. Nesta zona, mesmo junto à fronteira, acabámos por fazer parte de um trilho (que não me consigo recordar o nome) que seguia até umas quedas de água lindíssimas, essas sim, com menos gente.




Torneros, Serra Xurés
Uma vila Galega logo após passar a fronteira na zona da Portela do Homem. Famosa pela sua nascente de água quente, onde se pode aproveitar para tomar um banho de água quente, a contrastar com as águas geladas das cascatas.

Conhecem o Gerês? Quais os vosso locais preferidos nesta região?

7 comentários:

  1. Vivo perto do Gêres e gosto especialmente de o visitar no Outono. A serra fica magnifica com o seu contraste de cores. Já fiz imensas caminhadas por esses trilhos!
    As fotos estão lindas! bjs
    Coco and Jeans By Marisa

    ResponderEliminar
  2. Que fotos tão lindas! No inverno também deve ser fantástico passear no Gerês: ficar em casa no quentinho a olhar para a chuva e a ler, há algo melhor?
    Beijinhos,
    An Aesthetic Alien | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Já tive ai e adorei bastante adorava voltar para poder conhecer melhor outras cosias
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  4. Que maravilha ;) já lá fui algumas vezes, mas ainda não visitei aquela cascata xp deve ser a que vejo muito em fotos
    kiss

    http://inspirationswithm.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Eu nunca fui ao Gerês, mas confesso que às vezes fico parva com o quão espectacular o nosso país é. As cascatas que mostraste são e a água deve ser de outro mundo. Querida, finalmente fiz um insta para o blog e já te segui. Se quiseres espreitar o meu é @thepinkelephantshoe <3

    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | INSTAGRAM |

    ResponderEliminar
  6. É dos sítios em Portugal que mais anseio conhecer mas parece que está difícil, talvez para o ano tenha oportunidade de desfrutar de umas férias por lá!

    Beijocas, Hellen ❤
    http://instantesimprovaveis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Um dos sítios mais bonitos.
    Beijinho
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar