29.8.16

Diary | Férias República Dominicana

Olá meninas, se acompanham o meu Instagram - ou então viram o último Last month in Instagram, devem saber que a primeira semana das minhas férias de Verão deste ano foram passadas na República Dominicana. É importante perceber que numas férias para a República Dominicana não se pode esperar encontrar um programa muito cultural. Mas apesar disso, há inúmeras coisas para fazer - dentro e fora do resort.

Ilha Saona  

 
 Ilha Cayo Levantado

 Rio Chavón

 Ilha Cayo Levantado

Viagem
Comprámos a viagem na Top Atlântico, com uma promoção da BTL. Se decidirem fazer uma viagem destas, é importante comparar o preço de várias agências e não acreditar assim que vos disserem "este é o melhor preço, de certeza que não encontram mais barato". Se tivéssemos comprado por nós o voo e o hotel, acredito que saísse mais barato. Mas tendo em conta o país de que estamos a falar, mais vale pagar um pouco mais e termos transfer assegurado e seguro de viagem.

Hotel
O pacote que comprámos foi para o Gran Bahia Príncipe, um complexo de 5 resorts e ficámos no Bávaro. Dos 5, existem dois melhores que o Bávaro, fora os vários clubes VIP. No entanto, não sentimos necessidade de ficar num superior. A principal vantagem dos 2 melhores seria ficar mais perto da praia. Mas isso significaria também ficar mais longe da Discoteca, do Teatro e de quase todos os restaurante. Mas existem sempre shuttles a passar para a praia (e que só apanhávamos por preguiça, porque o caminho do nosso quarto à praia seria pouco mais que 5 minutos).
No geral, o complexo é enorme e tem óptimas condições. Tal como todos os outros que se vê na República Dominicana, em regime de Tudo Incluído. Na altura de escolherem o hotel, pensem se vale a pena poupar 50€ e ficar num hotel pior. Eu diria que não. E em todas as agências nos disseram que hotéis de 4 estrelas ali na zona não valem a pena. 
Mas voltando ao hotel. Não tivemos qualquer razão de queixa. Estava sempre tudo muito limpo, os empregados eram bastante simpáticos, podíamos comer e beber durante 24h, a comida do buffet era bastante variada (ao jantar, havia sempre um tema diferente) e incluiu ainda 3 jantares temáticos. Escolhemos o Japonês, o Dominicano e o Mediterrânico - sendo este último o melhor dos 3.
Quanto a piscinas, também não temos qualquer razão de queixa. O complexo tinha muita gente, é verdade, mas existem imensas piscinas e nunca houve problema a arranjar sítio.
A internet é gratuita apenas no lobby e só 1 hora por dia. No entanto, na agência deram-nos um vale que deu para termos wi-fi toda a estadia e em todo o resort.


O tempo e a praia
Antes de irmos, vimos a previsão meteorológica e indicava chuva todos os dias. Felizmente, não foi o que aconteceu. Fora o primeiro dia em que apanhámos chuva durante uns 15 minutos e a excursão a Saona em que apanhámos o céu nublado durante uma parte do dia, o tempo foi sempre de muito calor, a qualquer hora do dia. Na praia, não se aguenta mais que 10 minutos ao sol. E a temperatura da água do mar à volta dos 30 graus também não ajuda a refrescar. Mas é essa água quente e turquesa, junta com a areia branca, que fazem valer muito a pena!

Excursões
Algo importante a reter é que não convém sairmos dos Resorts sozinhos. A criminalidade é elevada e há que ter atenção às comidas. Mais uma vez, mais vale gastar um pouco mais e passarmos umas férias de sonho. É aí que entram as excursões. Com estas excursões, vão-nos buscar ao hotel, temos comida e bebida incluída e sabemos que não nos vai acontecer nada. Nós fizemos duas - uma à ilha Saona e outra a Samaná. Mas as opções são imensas
Ilha Saona - A excursão a ilha Saona é a excursão "obrigatória". É aqui que toda a gente vai e é fácil perceber porquê. É um autêntico cenário de filme. As águas rasas e cristalinas, junto com a areia branca e as palmeiras, fazem deste sítio aquela que é a minha ideia de um paraíso.
A primeira parte desta excursão é um passeio num rio, onde foi filmado o Apocalipse Now. Neste passeio, já existe bebida à descrição e também aulas de dança. Depois do passeio no rio, segue-se a viagem de catamarã, com paragem numas piscinas naturais onde nos tiram umas fotografias com umas estrelas do mar (que parecem um pouco falsas, mas fora isso tudo bem). Chegados à ilha, é tempo de almoçar - a nossa excursão incluía lagosta, mas não vale a pena - e de aproveitar aquela praia maravilhosa.








Samaná Aventura - Indo a Samaná, existem duas opções - uma onde de manhã se vai a uma praia e outra onde se vai a uma cascata. À tarde, as excursões voltam a encontrar-se para a ida à ilha Cayo Levantado - também conhecida como ilha Bacardi. Nós escolhemos a opção da cascata - Samaná Aventura. A excursão começa com uma visita a uma fábrica de charutos - onde são oferecidos charutos para experimentar (sim, têm que ser fumados ali, não vale levar de lembrança para alguém). Depois, segue-se um passeio de cavalo até à Cascata de Limón, onde podemos tomar banho. É uma óptima opção, para quem acha que a República Dominicana é "só praia". Depois do almoço - também incluído - vamos então de barco para a ilha de Cayo Levantado. Tal como a Ilha Saona, esta ilha tem uma praia lindíssima. A vantagem desta excursão é que nos permite fugir do "típico" Punta Cana + Ilha Saona e aproveitar um pouco mais que não apenas praia.









Outras informações
Alugar carro - Esqueçam! Além de ser perigoso devido a não ser aconselhável andarmos sozinhos, é ainda pior se considerarmos a aparente inexistência de código da estrada naquele país.
Dinheiro e gastos - A moeda oficial é o peso dominicano. No entanto, quase tudo é negociado em dólares. É aconselhável levarem dólares convosco, porque podem não conseguir levantar e é necessário dinheiro - tanto para as gorjetas - que são dadas em praticamente todo o lado, como para a entrada e saída do país (10 dólares para entrar e 20 dólares para sair)
Compras - A República Dominicana não é o sítio ideal para compras. Mas existem sempre sítios onde se possam comprar lembranças. Aqui, é importante ter em atenção os preços. Se estiverem marcados, não devem conseguir negociar - como é o caso das lojas do hotel e do aeroporto. Se os preços não tiverem marcados, em princípio vão conseguir pagar um quarto ou metade do que vos pediram inicialmente. 
Tomadas - As tomadas na República Dominicana são do tipo americano. Por isso, convém levar um adaptador ou comprar um no hotel. No Gran Bahia Príncipe, em cada quarto há uma tomada tipo europeu, mas não sei se isso acontece em todos os hotéis. Além disso, a voltagem é 110V, o que significa que o vosso telemóvel vai levar a noite toda a carregar - mas carrega, não se preocupem.

No geral, acho que valeu muito a pena esta viagem. Não tencionamos voltar (pelo menos nos próximos anos), porque existem muitos sítios para conhecer. Só por esse motivo não será uma experiência a "repetir".

Conhecem a República Dominicana? O que acham? Onde foram as vossas férias de Verão deste ano?

P.S. Desculpem o tamanho do post, mas quis dar-vos o máximo de informação possível, para o caso de pensarem em visitar.

9 comentários:

  1. Tens fotos maravilhosas :D Fizeste um excelente guia para visitar a República Dominicana! :)
    Beijinhoo
    RITISSIMA BLOG

    ResponderEliminar
  2. Que lugar lindo
    adorei as fotos
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia
    Facebook
    Tem post novo todos os dias

    ResponderEliminar
  3. Fotos super lindas!! Fizeste um ótimo trabalho a retratar a ilha!
    Beijinhos,

    A Maiazita

    ResponderEliminar
  4. Ameei seu relato sobre a viagem , que sonhoo !! Amei tudo as fotos e dicas ♥
    beijos beijos

    www.cheiadeinvencao.com
    www.instagram.com/wericaviegas

    ResponderEliminar
  5. Acredito que seja um verdadeiro paraíso, espero ter oportunidade de aterrar lá brevemente!

    Beijinhos, Hellen
    http://instantesimprovaveis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. As fotos ficaram fantásticas! :)

    http://checkinonline.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Pergunto: as excursões foram compradas no hotel? Quanto custou a de Saona? Vejo em fóruns que vale a pena comprar online seja pela Capitan Gringo ou pelo Pedrito Punta Cana. Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá .. comprámos à Soltour, naquelas apresentações que eles fazem no início da semana. A nossa foi cara, cerca de 150 euros (ou dólares, já não tenho a certeza) por pessoa, porque era a "Saona Deluxe" que inclui o passeio no Rio e a Lagosta - na verdade um pouco menos, porque tínhamos um vale de 50 dólares que nos deram na agência. Mas se fosse hoje teríamos optado pela normal, que são 90 euros. Acabámos por optar comprar lá porque não tínhamos a certeza se o seguro da agência ia cobrir se houvesse algum problema, queríamos escolher mais perto do dia para tentarmos não ir num dia que chovesse e porque queríamos ouvir mais informações primeiro. Mas também li em vários sítios que compensava comprar online =)

      Eliminar